Pequenos criadores

“Com as histórias e as manobras fantásticas ajudamos as crianças a entrar na realidade pela janela, em vez de passarem pela porta. É mais divertido: portanto é mais útil.” (Gianni Rodari)

Kamishibai: Máquinas de contar histórias!

KAMISHIBAI

Público alvo:  crianças entre os cinco (5) e os doze (12) anos de idade.

Kamishibai| Máquinas de contar histórias é um programa artístico que reúne três áreas artísticas complementares: artes plásticas, experimentação sonora e narração oral. As crianças são convidadas a desenvolver o seu próprio Kamishibai, teatro japonês de papel, apresentando, depois, uma história em colaboração com as promotoras do coletivo O Som do Algodão.
Esta atividade, de caráter eminentemente lúdico, permitirá trabalhar as competências da expressão plástica e manualidades, assim como da expressividade dramática. Os Kamishibai têm origem no Japão, onde se tornaram, durante séculos, a forma mais popular de contar histórias. O típico artista de Kamishibai viaja por todo o país, assentando o seu cenário de madeira nas artérias mais movimentadas ou nas vilas mais recônditas para contar as histórias que povoam o imaginário popular.
Resgatamos esta magia para a trazer até aos mais pequenos, já que os Kamishibais revelam-se uma extraordinária ferramenta didática, que estimula a criatividade, a expressão, a memorização e apura os sentidos das crianças.

 

À Descoberta do Porto Fantástico

descoberta

Público-alvo: crianças entre os cinco (5) e os doze (12) anos de idade.

Histórias do arco-da-velha, lendas, tradições e diz que disse. O imaginário infantil está recheado de enredos fantásticos que apaixonam os mais novos. Bruxas, duendes, feiticeiros, unicórnios e misteriosos viajantes povoam este emaranhado de histórias que radicam na tradição popular e que contam parte da história da cidade. Este legado será resgatado para servir de base à criação coletiva de contos originais, em que os participantes partirão à descoberta das lendas encantadas que explicam a sua cidade e os espaços que a envolvem para dar forma a histórias únicas, em que o suspense e as personagens do fantástico prendem a plateia do primeiro ao último minuto.

Marionetando: A Matéria dos Sonhos

Público Alvo: crianças dos 5 aos 12 anos

O coletivo O Som do Algodão apresenta o fascinante mundo das marionetas aos mais novos. Marionetando é o nome deste projeto focado na construção de marionetas. Deste modo, os participantes poderão desenvolver as suas personagens, criar uma história e dar vida às suas próprias marionetas. Uma atividade didática que desenvolve as competências criativas, dando espaço ao desenvolvimento de uma criação coletiva, culminando numa apresentação final.

 

Ordem para orquestrar!

ordem-para-orquestrar_imagem

Público Alvo| Crianças dos 5 aos 12 anos

O Som do Algodão apresenta uma oficina artística em que as histórias e as canções são os
protagonistas de um dia de descobertas. Os participantes são convidados a criar histórias e músicas que marcam as suas memórias e a construir os instrumentos que irão dar corpo a uma orquestra verdadeiramente surpreendente e, todos juntos, numa trupe de emoções.

Mexer o mundo!10003711_688151374579669_7801047567073636338_o

 

Público-alvo: Crianças e  jovens dos 5 aos 14 anos.

Mexer no Mundo trata-se de um programa artístico que engloba três áreas educativas e criativas: Música, Artes Plásticas e Expressão Dramática. Esta oficina tem por objetivo desenvolver uma criação artística coletiva, partindo das experiências e conhecimentos das crianças. Os participantes são chamados a criar sonoridades e músicas, a construir cenários e a desenvolver a história e as personagens do projeto teatral final. A oficina artística desenrola-se durante nove dias, integra cinco módulos distintos e culmina num espetáculo final aberto a todos os pais e restante comunidade.